quarta-feira, 25 de maio de 2011

Não chute o pau da barraca reflexão-ação #5



Um dia desses estava vasculhando a internet e me deparei com esse vídeo que me emocionou muito e trouxe alegria ao meu coração.
Assista para depois continuar lendo
video

Depois desse belo vídeo não tem como não pararmos para pensar em algumas questões importantes que as crianças disseram.
Esse vídeo nos chama atenção para um fato preocupante: Nós estamos perdendo nossas crianças! Você concorda com isso?
Pare, pense e reflita um pouco sobre aquilo que nossas crianças estão vivendo hoje. O mundo do entretenimento tem deixado nossas crianças cada vez mais ocupadas com o consumo, vaidade e culto ao Eu. De fato, não conseguiremos concorrer com o ritmo frenético da cultura de entretenimento que sempre está um passo a frente quando se refere a tecnologia e inovação. Vemos também uma total perda de referenciais e exemplos para as crianças. Eles se inspiram em cantores e cantoras que possuem uma vasta experiência de internação em clínica, como o caso de Lindsay Lohan, Britney Spear, Lady Gaga e dentre muitos outros. O caos instaurado! O que fazer? Seja referência para eles. Fale sua língua e comunique as tão preciosas, mas não esquecidas, verdades bíblicas.
Mas isso queridos, não pode nos desanimar em pastorear nossas crianças, pré adolescentes e adolescentes. Eles precisam de um olhar mais sensível e atento aquilo que está ao redor delas.
Como já disse, nossas atividades e programações na igreja não devem ter o objetivo de concorrer com o entretenimento do mundo ( tv, internet, games e muito mais) mas de sinalizar o caminho da verdade e ensiná-los a caminhar NEle. O mais importante é ESTAR JUNTO não desampará-los. Invista seu tempo em compartilhar Jesus para eles, muito mais do que eventos e programações para ocupá-los e nos descabelarmos. Por muitas vezes vejo líderes e professores de crianças na igreja brincando de escolinha com eles. Não os submestime, cuidado com os manhês ( fala infantilizada), eles são bem espertos e saberão se está sendo verdadeiro ou não.
Como no vídeo mostrou, a responsabilidade não é somente do ministério infantil mas de toda a igreja. Cabe a nós, como liderança de Ministério, levar essa discussão para a liderança da Igreja, propor que diversos ministérios atuem em parceiria e viabilizem meios de inclusão das crianças e adolescentes.
Que tal? Comece aí no seu espaço, você pode passar esse vídeo na sua igreja e sensibilizá-los.
Assim termino, sem a pretensão de concluir mas para deixar em aberto. Queridos, não desanimem pois a obra que Deus nos deu é grande e de muita responsabilidade. Sem dúvida, ele está nos dando sabedoria, paciência e muitas estratégias de alcançarmos o coração das nossas crianças. Não chute o pau da barraca quando achar que está difícil de continuar, esteja seu olhar firme na esperança que é Jesus.

Ouvidos a disposição e coração aberto,
Um grande abraço,
Aline Dermer de Oliveira